escritorio contabilidade sao paulo

Gestão in foco

Cupom Fiscal Eletrônico – obrigatoriedade começa em julho

A partir do dia 1º de julho terá início a obrigatoriedade da adoção do Cupom Fiscal Eletrônico (CF-e-SAT) para diversas empresas varejistas no Estado de São Paulo, em substituição ao Cupom Fiscal emitido por equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF) e a nota fiscal de venda a consumidor

Caso queira saber mais sobre o tema, entre em contato com nossa área comercial!

O CF-e-SAT é um documento fiscal eletrônico que documenta operações de circulação de mercadorias no varejo. Sua validade jurídica é garantida pela assinatura digital feita pelo equipamento SAT por meio do seu Certificado Digital.

Para emissão desse documento é necessário uma série de adequações por parte das empresas, contudo, é uma forma do Governo Estadual substituir o ECF por um equipamento de baixo custo, que deve ser utilizado com certificado digital, que gere autentique e transmita para o Fisco os cupons fiscais gerados.

Esse projeto possibilitará aos consumidores localizarem na internet o documento fiscal num prazo muito menor do que o praticado atualmente, no programa da Nota Fiscal Paulista, além de simplificar as obrigações acessórias dos estabelecimentos varejistas, pois os estabelecimentos não serão mais obrigados ao envio do REDF.

Como o CF-e-SAT só existe na forma eletrônica, o consumidor receberá como comprovante de sua aquisição o chamado Extrato do CF-e-SAT.

Obrigatoriedade do Cupom Fiscal Eletrônico

A emissão do Cupom Fiscal Eletrônico (CF-e-SAT) para os contribuintes do Estado de São Paulo será obrigatória, nos seguintes casos:

  1. Estabelecimento novo: em substituição ao cupom fiscal emitido por equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF), a partir da data da inscrição no Cadastro de Contribuintes do ICMS, para os estabelecimentos que vierem a ser inscritos a partir de 01 de julho de 2015;
  1. Em substituição à Nota Fiscal de Venda a Consumidor, modelo 2:
  2. a)A partir de 01 de janeiro de 2016, para os contribuintes com receita bruta maior ou igual a R$ 100.000,00 no ano de 2015;
  3. b)A partir de 01 de janeiro de 2017, para os contribuintes com receita bruta maior ou igual a R$ 80.000,00 no ano de 2016;
  4. c)A partir de 01 de janeiro de 2018, para os contribuintes com receita bruta maior ou igual a R$ 60.000,00 no ano de 2017;
  5. d)Decorrido o prazo na letra “c”, a partir do primeiro dia do ano subsequente àquele em que o contribuinte tiver receita bruta maior ou igual a R$ 60.000,00.
  1. Para os estabelecimentos de comercio varejista de combustíveis para veículos automotores:
  2. a)A partir de 01 de julho de 2015, em substituição ao cupom fiscal emitido por equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF);
  3. b)A partir de 01 de janeiro de 2016, em substituição à Nota Fiscal de Venda ao Consumidor, modelo 2.

Estabelecimentos que já possuem o atual ECF – Emissor de Cupom Fiscal:

Aos estabelecimentos que em 30 de junho de 2015 já estiverem inscritos no cadastro de contribuintes, a emissão do CF-e-SAT em substituição ao Cupom Fiscal emitido por ECF será a partir de 01 de julho de 2015.

Lembrando que não serão concedidas novas autorizações de uso de equipamento ECF, exceto quando se tratar de:

  1. a)ECF recebido em transferência de outro estabelecimento paulista pertencente ao mesmo contribuinte;
  2. b)Estabelecimento paulista pertencente a empesa resultante de incorporação, no caso de ECF recebido em transferência de outro estabelecimento paulista pertencente à empresa incorporadora ou incorporada;
  3. c)Estabelecimento paulista pertencente a empresa resultante de fusão ou cisão, no caso de ECF recebido em transferência de outro estabelecimento paulista pertencente à empresa fusionada ou cindida.

Compartilhe este post:

Leia também:

gif

O Brasil pode dar certo? Quando?

[vc_row][vc_column][vc_column_text] Em entrevista para Gestão in Foco, Gustavo Loyola, economista do ano de 2014, apresenta a real situação do país e caminhos econômicos e para

Ler mais